1ª Reunião Ampliada de Saúde Mental de Mucuri define propostas para garantias de direitos.

329

- Publicidade -

O CMS – Conselho Municipal de Saúde de Mucuri, com o apoio da Prefeitura Municipal de Mucuri através da Secretaria Municipal de Saúde, realizou na tarde desta terça-feira (12/04), no templo da Primeira Igreja Batista de Itabatã – Centro, a “1ª Reunião Ampliada Municipal de Saúde Mental de Mucuri”, para apresentar, debater e encaminhar propostas que contribuam para a elaboração de políticas públicas direcionadas ao setor.

O encontro teve como tema “A Política de Saúde Mental como Direito: pela defesa do cuidado em liberdade, rumo a avanços e garantias dos serviços da atenção psicossocial no SUS” e como Eixo Principal: ‘Cuidado em liberdade como garantia de Direito a Cidadania’.

A evento contou com a participação de trabalhadores da saúde mental do município de Mucuri, usuários do CAPS – Centro de Atenção Psicossocial, representantes da Secretaria Municipal de Assistência Social, representantes do Governo Municipal e representantes da sociedade civil organizada.

A reunião foi conduzida pelo presidente do Conselho Municipal de Saúde, Cristiano Alves, com o auxílio da coordenadora do CAPS, Carineia Xavier Soares Sena e Itamara de Oliveira Pinto, psicóloga do CAPS, e teve como palestrante o psicólogo André Luiz Marques Moreira, de Pedro Canário-ES.

Foram apresentados quatro eixos onde foram debatidas propostas para melhoria da Saúde Mental: 1ºEixo: Cuidado em Liberdade como garantia do direito à cidadania; 2º Eixo: Gestão, financiamento, formação e participação social na garantia de serviços de Saúde Mental; 3° Eixo: Política de Saúde Mental e os princípios do SUS: Universalidade, Integralidade e Equidade; 4° Eixo: Impactos na Saúde Mental da população e os desafios para o cuidado psicossocial durante e pós-pandemia.

As propostas aprovadas serão apresentadas na 5ª Conferência Estadual de Saúde Mental da Bahia, que será realizada de 07 a 09 de junho de 2022, podendo, ainda, chegar à 5ª Conferência Nacional de Saúde Mental, que está programada para ser realizada de 8 a 11 de novembro de 2022.

Para representar e defender as propostas do município de Mucuri, na 5ª Conferência Estadual de Saúde Mental da Bahia, foram eleitos oito delegados, sendo quatro titulares e quatro suplentes:

Itamara de Oliveira Pinto – Psicóloga do CAPS

TITULARES:

Carineia Xavier Soares Sena Governo Municipal
Itamara De Oliveira Pinto Trabalhadora
Luciene Mangabeira Usuária
Rubem Gama dos Santos Usuário

 

SUPLENTES:

Maria Benedita da Cunha Koch Governo Municipal
Frederico Goncalves Rodrigues Trabalhador
Jussamara do Amaral Pinha Usuária
Pedro da Silva Rosário Usuário

 

O presidente do CMS, Cristiano Alves falou da importância do evento: “A conferência acontece em um momento oportuno, porque com a pandemia aumentaram os casos de depressão. Esse quadro foi agravado por vários fatores, entre eles o confinamento, o desemprego, o luto familiar. Além disso, há outras situações que por si só afetam a saúde mental, como a pobreza e a violência. Então, é preciso ouvir a sociedade (trabalhadores da área e usuários do sistema de saúde), porque é ela que aponta suas necessidades, para que os governos (municipal, estadual e federal) pensem suas políticas públicas com base nessas realidades”, pontuou Cristiano.

De acordo com o farmacêutico bioquímico Fernando Jardim, secretário Municipal de Saúde em Mucuri, “a resolução do prefeito Robertinho (UB), é ficar atento as demandas, tanto de pacientes, quanto dos profissionais de saúde mental, buscando atender da melhor forma possível as políticas públicas de competência da esfera municipal, e quando forem de competência das esferas estadual ou federal, não poupar esforços para que as cobranças e articulações políticas, seja no âmbito da Unidade da Federação ou da União, sejam atendidas, e que o Direito a defesa do cuidado em liberdade, os avanços dos serviços da atenção psicossocial sejam garantidos”, defendeu o secretário Fernando Jardim.

PREFEITURA DE MUCURI