Bombeiros atuam há mais de 72 horas em incêndio que atinge vegetação no oeste da BA; chamas ameaçam 25 comunidades.

272

- Publicidade -

Cerca de 75 bombeiros atuam para apagar o incêndio que atinge uma extensa área de vegetação, na localidade conhecida como Prainha, na região serrana de Barreiras, no oeste da Bahia. Outros 40 homens e mais duas aeronaves devem reforçar os trabalhos ainda nesta quinta-feira (18), segundo o comando-geral da corporação no estado.

O combate já dura mais de 72 horas e o fogo ameaça 25 comunidades, onde vivem quase quatro mil pessoas. As áreas residenciais estão sendo monitoradas 24 horas por dia.

O local das chamas é de difícil acesso e isso tem prejudicado a atuação dos agentes. Com a estiagem, o forte calor e a baixa umidade relativa do ar, a vegetação “vira combustível fácil”, conforme o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBM), coronel Adson Marchesini. Em Barreiras, as temperaturas chegam aos 35º nesta quinta.

Bombeiros atuam há mais de 72 horas em incêndio que atinge vegetação em Barreiras; chamas ameaçam 25 comunidades — Foto: Reprodução/TV Bahia

“Não é só a chama em si que causa prejuízos, a fumaça também é, e a preocupação do bombeiro é principalmente com a população”, afirmou Marchesini, lembrando o desconforto respiratório que muitos moradores enfrentam devido ao calor e ao fogo.

O coronel explicou que existem vários focos espalhados pela área, o que também dificulta a atuação dos militares. Além disso, ele disse que “os ventos variam de direção a todo momento, o que faz com que o incêndio cresça de forma muito rápida”.

Fumaça alcançou área residencial durante incêndio em vegetação em Barreiras — Foto: Reprodução/TV Oeste

De acordo com informações da Secretaria de Meio Ambiente de Barreiras, o fogo tem se aproximado da região da Chapada Diamantina. Uma equipe do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) deixou Salvador e foi ao local.

Ainda segundo os bombeiros, só após a finalização dos trabalhos será possível saber o total da área atingida, mas isso ainda não tem previsão de acontecer.

Fumaça alcançou área residencial durante incêndio em vegetação em Barreiras — Foto: Reprodução/Redes Sociais

G1 BA