Mucuri mantém-se vice-campeão no ranking da saúde pública no extremo sul do Estado e ocupa o 26º lugar na Bahia

158

- Publicidade -

Os municípios de Caravelas, Mucuri e Vereda se destacaram novamente no cumprimento das metas dos indicadores de saúde do Programa Previne Brasil na análise dos extratos de desempenho dos meses de janeiro, fevereiro, março e abril de 2023. Nas últimas avaliações do Ministério de Saúde, o município de Mucuri chegou alcançar o topo do ranking da saúde pública no extremo sul da Bahia nos dois primeiros quadrimestres de 2022. E por meio da avaliação do último quadrimestre do ano passado e do primeiro quadrimestre deste ano, se mantém em 2023, como segundo município da região mais bem posicionado no ranking da saúde pública.

Mucuri saiu do 7º lugar – posição ocupada em janeiro de 2021, quando a atual gestão assumiu o governo municipal. Assim, as notas após avaliação dos índices, mantinham o município de Mucuri no 3º lugar ainda no primeiro quadrimestre, 2º lugar no segundo quadrimestre e manteve a 2ª colocação no terceiro quadrimestre de 2021 e chegou a 1º posição no ranking nos dois primeiros quadrimestres de 2022. Mucuri retornou no penúltimo e no último quadrimestres a segunda colocação e, dentre os 417 municípios baianos, Caravelas é o 26º lugar, Mucuri é o 29º lugar. O grande avanço nesta nova posição foi Vereda que saiu do 198º lugar no Estado para o 31º no ranking do resultado Previne Brasil na Bahia, saindo do 10º lugar no campo regional para a 3ª colocação dentre os 21 municípios do extremo sul.

Na análise dos extratos de desempenho, os municípios de Caravelas, Mucuri e Vereda alcançaram na região dos 21 municípios do extremo sul da Bahia, pontuações acima das metas estabelecidas, ganhando destaque na macrorregião e no estado da Bahia. Na prática, os municípios mais bem colocados que são Caravelas, Mucuri e Vereda serão premiados com uma fatia de recursos financeiros para custeio das ações e serviços de saúde, no âmbito da atenção primária. Esses recursos fazem parte do Previne Brasil, um modelo de Incentivo Financeiro de Custeio, destinados aos municípios que alcançarem as metas dos indicadores do pagamento por desempenho do programa. Os recursos servirão para o custeio da Atenção Primária à Saúde. O objetivo é ampliar o acesso e qualificar o atendimento nas unidades de saúde de cada município.

O Previne Brasil é um programa federal que avalia o desempenho dos municípios nos atendimentos de gestantes, odontologia, testagem de ISTs (infecções sexualmente transmissíveis), tratamento de hipertensão, diabetes, entre outros procedimentos considerados parte da Atenção Básica à Saúde. Os indicadores vão sendo avaliados até chegarem no Indicador Sintético Final. Segundo o secretário Municipal de Saúde de Mucuri, Fernando Jardim, a consequência dos números é fruto da persistência e o investimento do município, por meio da gestão do prefeito Roberto Carlos Figueiredo Costa “Robertinho” (UB), que nos primeiros 2 anos de governo, promoveu uma grande diferença de melhorias na saúde pública, elevando o município da 7ª posição para a 2ª posição no índice do Programa Previne Brasil. E para 2023, novos investimentos estratégicos estão sendo feitos, nunca vistos antes no município.

“Desde os primeiros dias do governo do prefeito Robertinho, que ele delineou uma série de diretrizes em favor da saúde pública e muitos investimentos foram realizados e continuam sendo feitos, com a implantação da primeira maternidade do município no Hospital São José em Itabatã, com a realização de cirurgias de alta complexidade, mutirões de saúde, ampliação da frota de veículos, ampliação da frota de ambulâncias e um trabalho de muita responsabilidade, ao lado de uma equipe comprometida com a saúde do município. E foi investido na atenção básica inúmeros aportes estratégicos ao ponto de termos evitado graves problemas de saúde na população, tanto que o resultado nos chega pelos indicadores do governo federal de nos mantermos no topo do ranking de qualidade da saúde pública no extremo sul da Bahia”, enfatizou o secretário Fernando Jardim.

RANKING DOS 21 MUNICÍPIOS DO EXTREMO SUL DA BAHIA

1° Caravelas – 26º no Estado.

2° Mucuri – 29º no Estado.

3º Vereda – 31º no Estado.

4º Itagimirim – 73º no Estado.

5º Ibirapuã – 78º no Estado.

6° Lajedão – 93º no Estado.

7º Guaratinga – 107º no Estado.

8º Nova Viçosa – 131º no Estado.

9° Itanhém – 174º no Estado.

10° Prado – 200º no Estado.

11º Jucuruçu – 230º no Estado.

12º Medeiros Neto – 231º no Estado.

13º Itapebi – 297º no Estado.

14º Itabela – 341º no estado.

15º Eunápolis – 350º no Estado.

16º Santa Cruz Cabrália – 364º no Estado.

17º Teixeira de Freitas – 380º no Estado.

18º Itamaraju – 395º no Estado.

19° Alcobaça – 399º no Estado.

20º Belmonte – 400º no Estado.

21º Porto Seguro – 412º no Estado.

O município sobre o ranking do melhor resultado do Previne Brasil na Bahia é Guajeru, na região sudoeste do Estado. Já o pior município baiano no ranking do Previne Brasil com as piores condições na atenção básica da saúde pública é Ilhéus, que ficou em 417º lugar no Estado.