Mais um suspeito de assassinar PM dentro de loja em Salvador morre em confronto com a polícia; terceiro suspeito é procurado

234

- Publicidade -

Mais um suspeito de envolvimento na morte do soldado Gleidson Santos de Carvalho, do Batalhão de Choque da Polícia Militar, morreu após confronto com policiais, na madrugada deste domingo (21), em Salvador.

Esse é o segundo suspeito morto na operação de localização do trio que invadiu a loja em que o policial era proprietário, na última sexta-feira (19) e atirou contra o militar. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, uma denúncia anônima informou a localização do suspeito.

Equipes do Patrulhamento Tático Móvel (Patamo) do Batalhão de Choque encontraram o homem na localidade do Planeta dos Macacos, bairro de São Cristóvão.

Ainda de acordo com a SSP, um grupo armado foi visto na Avenida São Carlos. Na tentativa de aproximação, os criminosos dispararam, um deles, que seria o suspeito de envolvimento na morte do PM, acabou ferido e morreu.

Uma pistola calibre 9mm, carregador, munições e um tablete de maconha foram apreendidos. Um terceiro envolvido na morte do soldado ainda é procurado.

Mais um suspeito de assassinar PM dentro de loja em Salvador morre em confronto com a polícia militar da Bahia — Foto: Divulgação/SSP-BA

Mais um suspeito de assassinar PM dentro de loja em Salvador morre em confronto com a polícia militar da Bahia — Foto: Divulgação/SSP-BA

Primeiro suspeito morreu na sexta-feira

 

Ainda na noite de sexta-feira, equipes da Rondesp Atlântico da Polícia Militar, localizaram um dos suspeitos da morte do policial no bairro de Pernambués, em Salvador.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), militares encontraram o homem também após denúncias anônimas. As equipes foram até a Rua da Sergipana e encontraram um carro usado pelos envolvidos no roubo e na morte de Gleidson, ocorridos horas antes, no início da tarde, no Parque Bela Vista

Policial foi morto dentro de loja de celulares em Salvador — Foto: Redes sociais

Policial foi morto dentro de loja de celulares em Salvador — Foto: Redes sociais

Um grupo armado foi localizado e houve confronto. Um dos suspeitos foi baleado e morreu. Segundo o órgão, com o homem, que não foi identificado, foi apreendido um revólver calibre 38, semelhante ao que foi utilizado na morte do soldado.

A arma foi enviada para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) e será periciada, para identificar se foi a mesma utilizada no crime. O caso foi registrado Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e as equipes seguem em busca dos outros dois envolvidos na ação.

Material apreendido durante operação no bairro de Pernambués, em Salvador — Foto: Divulgação/SSP-BA

Material apreendido durante operação no bairro de Pernambués, em Salvador — Foto: Divulgação/SSP-BA

Câmera de segurança registrou ação criminosa

Um vídeo feito por uma câmera de segurança registrou o momento em que os três suspeitos de matar um policial militar em Salvador entraram na loja de celulares e abordaram a vítima, que era dona do estabelecimento. O caso aconteceu nesta sexta-feira (19), no Parque Bela Vista, e ninguém foi preso.

No vídeo, é possível ver que os homens entraram no local e se dividiram para abordar as pessoas que lá estavam. Um deles foi em direção ao caixa, enquanto os outros dois abordaram o PM, que trabalhava em um computador.

Durante a abordagem, o policial reagiu e entrou em luta corporal com os assaltantes. Em determinado momento, ele tentou pegar a arma que estava na cintura e foi baleado. Na ação, foram levados aparelhos celulares e a arma da vítima.

Gleidson chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o Hospital Geral do Estado (HGE) em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo dele será velado a partir das 10h30 deste sábado (20), no Cemitério Bosque da Paz, em Salvador, e o sepultamento será no mesmo local, às 14h.

Imagens foram gravadas por câmera de segurança — Foto: Arquivo pessoal

Imagens foram gravadas por câmera de segurança — Foto: Arquivo pessoal

g1 ba