Famílias de estudantes de Caraíva protestam e pedem avanço de reforma de escola para retorno de aulas presenciais

285

- Publicidade -

Famílias de estudantes da Escola Municipal de Caraíva, distrito de Porto Seguro, no extremo sul da Bahia, fizeram uma manifestação na manhã desta terça-feira (13), para pedir o avanço da reforma da unidade. Por causa da obra, as aulas presenciais estão suspensas.

A comunidade afirma que o andamento da obra é vagaroso, e que o prazo dado pela Prefeitura de Porto Seguro não condiz com a data estabelecida na placa da obra, instalada no local. As famílias também se queixaram da falta salas de aula provisórias durante o processo de obra da escola.

Famílias de estudantes de Caraíva protestam e pedem avanço de reforma de escola para retorno de aulas presenciais — Foto: Reprodução/TV Santa Cruz

Sem um espaço físico para as aulas, os estudantes têm feito atividades online. Para as famílias, a medida significa um retrocesso, já que as aulas chegaram a ser retomadas presencialmente, depois do pico da pandemia da Covid-19.

Por meio de nota, a prefeitura informou que houve um atraso no andamento da obra, por causa na demora da entrega de materiais de construção, além dos quatro dias de chuvas que caíram na cidade. Disse ainda que não há um prédio para colocar os alunos, por isso a decisão de terminar o ano letivo de forma remota.

Famílias de estudantes de Caraíva protestam e pedem avanço de reforma de escola para retorno de aulas presenciais — Foto: Reprodução/TV Santa Cruz

G1 BA