Senado aprova congelamento de salários do setor público até o fim de 2021

661

- Publicidade -

Projeto foi proposto pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e gerará uma economia de R$ 130 bilhões

 

O Senado Federal aprovou, neste sábado (02), o congelamento de salários dos servidores públicos – federais, estaduais e federais e dos membros dos três Poderes – até dezembro de 2021. O congelamento foi proposto e defendido pelo ministro da Economia, Paulo Guedes.

A suspensão de reajuste de salários por 18 meses foi uma negociada com o relator da matéria, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), como contrapartida ao auxílio financeiro da União aos estados, municípios e Distrito Federal para diminuir os efeitos do novo coronavírus. Entretanto, foram excluídos do congelamento servidores da saúde, segurança pública e das Forças Armadas.