Justiça converte em preventiva prisão de suspeitos de participarem de ataque armado no bairro do Uruguai

441

- Publicidade -

Grupo armado atira contra festa paredão e deixa mortos e feridos em Salvador — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Os suspeitos são Raul Henrique Almeida e Cleiton Bruno Matos, que não tiveram idades divulgadas. Um deles segue internado, em tratamento, enquanto o outro teve alta médica na última quinta-feira (14). A polícia não especificou qual dos dois já pode ser direcionado para audiência de custódia.

Apesar disso, foi detalhado que o suspeito que teve alta segue custodiado porque ainda não há uma unidade prisional com vaga disponível para presos preventivos. Depois da audiência, um juiz determinará um presídio para a dupla ser levada, para aguardar o processo.

Grupo armado atira contra festa paredão e deixa mortos e feridos em Salvador

O ataque aconteceu entre a noite do dia 12 outubro e a madrugada do dia 13, na Rua Voluntários da Pátria, em uma localidade conhecida como Pistão, no bairro do Uruguai.

As informações preliminares apuradas pela polícia apontam que o ataque armado começou a partir de uma briga entre pessoas que estavam na festa. Com isso, um grupo passou a atirar contra o outro, e pessoas que estavam no meio do evento também foram atingidas.

Imagens mostram festa de rua antes de ataque armado em Salvador

G1 bahia