Grupo Heineken anuncia lançamento oficial da cerveja Sol Zero

Com mais um rótulo de cerveja sem álcool, desta vez a marca visa atingir um público mais jovem; Minas será um dos primeiros estados a receber a bebida

71

- Publicidade -

Sol Zero Álcool é nova aposta do Grupo Heineken Sol Zero Álcool é nova aposta do Grupo Heineken

O Grupo Heineken anunciou que fará em breve o lançamento oficial da cerveja Sol Zero. Com mais um rótulo de cerveja sem álcool, dessa vez em uma marca de menor valor agregado e que visa atingir um público mais jovem, a companhia cumpre a estratégia de atacar novas categorias para além da premium, onde já incomoda a líder de mercado Ambev. A estratégia é começar por nichos menores.

O Grupo Heineken anunciou que fará em breve o lançamento oficial da cerveja Sol Zero. Com mais um rótulo de cerveja sem álcool, dessa vez em uma marca de menor valor agregado e que visa atingir um público mais jovem, a companhia cumpre a estratégia de atacar novas categorias para além da premium, onde já incomoda a líder de mercado Ambev. A estratégia é começar por nichos menores.

“O novo produto segue a nossa estratégia de expansão de portfólio em diferentes canais e, inicialmente, estará nos principais canais de varejo como supermercados, lojas de conveniência e restaurantes nas regiões Sul e estados de São Paulo e Minas Gerais. Em breve faremos a expansão nacional do produto”, diz a vice-presidente de Marketing da empresa, Cecilia Bottai.

Um relatório de maio do Citi revelou que, nos resultados do primeiro trimestre, a Heineken relatou um aumento significativo no volume no Brasil – fazendo com que a Ambev perdesse mercado.

“A empresa atribuiu os fortes volumes de vendas relatados a uma combinação de ganhos de participação de mercado e acúmulo de estoque. Dados os fortes volumes observados no primeiro trimestre, se nossas estimativas de volumes forem precisas, é plausível esperar que a Ambev tenha tido um declínio na participação de mercado durante o trimestre”, escreveram os analistas do banco.

Para Bottai, concorrer com a líder de mercado em categorias medianas de preço, que precisam de mais volumes, tem desafios. “Envolvem aspectos como escala de distribuição, preferências regionais, ações promocionais e de descontos, entre outros fatores. Por isso, investimos em estratégias específicas, como marketing direcionado, explorar novas tendências de consumo e inovação de produto e fortalecimento de identidade de marca, por exemplo”, explica.

Ou seja, no segmento zero álcool, a empresa atinge um nicho de consumo, sem se aventurar de uma vez em categorias de alto volume em que a Ambev domina.

Bottai explica que o segmento zero álcool, em termos financeiros, apresenta um crescimento significativo, contribuindo para a diversificação do portfólio da empresa e atendendo a uma demanda crescente observada pela companhia.

 

Fonte: O TEMPO