Funcionária deixa de informar sua aposentadoria e segue recebendo ilegalmente da prefeitura de Lajedão

648

- Publicidade -

A equipe do Liberdade Notícias esteve na tarde do último dia 22 de janeiro de 2021, na cidade de Lajedão, afim de apurar os fatos acerca de uma acusação sofrida pela DIRETORA DE AUDITORIA daquele município, Maria de Lourdes Tavares (Lurdinha). Ela que recebeu o LN em sua sala na prefeitura, disse que no último dia 4 de janeiro de 2021, estava realizando atendimento interno naquele recinto quando logo no início da manhã, os nacionais Emerson Vinicius Vitor Souza, Fernando Rios de Souza e Hiuzelia Caldeira Santos, chegaram até a prefeitura e pediram para falar falar com o Prefeito Tonzinho. Ela então os informou que o mesmo ainda não se encontrava no local, então eles pediram para falar com um dos procuradores do município e também foi lhes dada a mesma resposta, pois nenhum dos dois ainda teriam chegado ao local até aquele momento.

A diretora relatou que por ser um período de pandemia e também por estar no primeiro dia de mandato, o atendimento prioritário estaria sendo apenas interno e que os funcionários da prefeitura não estavam indo em sua totalidade, haja vista também que além de tudo, o prédio da prefeitura passava por algumas reformas e muitos funcionários se quer sabiam ainda onde iriam trabalhar.

Lurdinha relatou a nossa reportagem que em momento algum destratou nenhum dos três e que se viu surpresa com papel protagonizados por eles ao se vitimarem, indo em uma emissora de radio local, proferir as acusações falsas contra sua pessoa. A diretora afirmou que registrou uma queixa para apurar os fatos e que irá entrar com uma ação contra os autores.

 

O que chamou mesmo bastante atenção no fato é que a funcionária Hiuzelia Caldeira Santos, já está aposentada desde o ano de 2017 e mesmo assim continua recebendo pela prefeitura e pelo INSS. Hiuzelia não informou ao RH a sua aposentadoria, caracterizando uma ilegalidade grave pois continuou recebendo do município mantendo em segredo a Carta Concessão Benefício.

Segundo moradores que não quiseram se identificar para a nossa reportagem, o escândalo e teatro protagonizado pela senhora Hilzélia na emissora de radio, onde ela chegou até mesmo a chorar, pode ter sido motivado por resquícios das últimas eleições, onde o seu marido, Zé Dalmo foi candidato a vice prefeito e perdeu para o atual prefeito Tonzinho, o que teria motivado a dor de cotovelo.

Procurada por nossa reportagem via celular, a senhora Hilzélia disse que baseada nas informações de um advogado e inclusive um representante do SINTRASPESB, a mesma poderia continuar trabalhando. Porém, para que isto ocorra, entende-se que a Prefeitura Municipal de Lajedão, precisaria manifestar o interesse em contratar a servidora.

 

Ao entendimento do Supremo Tribunal Federal, a prática de estar aposentado(a) e trabalhar para o mesmo órgão em que foi aposentado(a) é vedada, ficando o servidor(a) impedido de juntar as duas receitas, exceto no caso do mesmo(a) depois de aposentado(a) entrar num cargo de confiança ou fizer um novo concurso para outro cargo, diferente daquele em que se aposentou. Veja matéria do STF clicando aqui.

Ao que tudo indica, a senhora Hiuzélia não contava com a astúcia do pessoal da RH da prefeitura de Lajedão que descobriu a sua “Aposentadoria Secreta”.

Fotos e informações Redaçao  do Liberdade Notícias.