Presidente da Embasa diz que abastecimento de água foi reestabelecido na maioria dos bairros de Salvador

179

- Publicidade -

O presidente da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), Leonardo Góes, disse nesta quinta-feira (16), que o abastecimento de água foi reestabelecido na maioria dos bairros de Salvador, na noite de quarta (15).

“Na maioria dos bairros de Salvador já foi restabelecido desde a noite de ontem. Nas áreas mais altas do subúrbio, São Caetano e São Cristóvão, até o final da noite de hoje estará regularizado”, disse Leonardo Góes.

A interrupção no abastecimento de água causou transtornos para quem vive na capital baiana e na Região Metropolitana. Na quarta-feira, 101 bairros de Salvador passaram o dia sem água por causa de um problema em uma obra da Embasa.

Presidente da Embasa diz que abastecimento de água foi reestabelecido na maioria dos bairros de Salvador — Foto: Reprodução/TV Bahia

Presidente da Embasa diz que abastecimento de água foi reestabelecido na maioria dos bairros de Salvador — Foto: Reprodução/TV Bahia

Inicialmente, o fornecimento foi interrompido na segunda-feira (13) e deveria ser totalmente normalizado na terça (14), mas foi retardado para até a madrugada de quinta.

“Fazer manutenções e melhorias são tarefas que garantem um abastecimento mais regular e que seja evitado que tenhamos que parar sem aviso por alguma intercorrência”, afirmou o presidente da Embasa.

Por causa da falta de água, 30 mil alunos ficaram sem aulas em 109 escolas e um hospital chegou a suspender os atendimentos no ambulatório. Moradores da Liberdade foram até a fonte que fica no bairro para tomar banho e encher potes d’água para serem usados nas atividades domésticas.

De acordo com a Embasa, o abastecimento de água foi retomado por volta das 16h de quarta-feira nos bairros de Salvador. A empresa informou que apenas unidades de saúde foram abastecidas com carros-pipa.

“A Embasa priorizou o uso dos caminhões-pipa para as redes de saúde de Salvador. O procedimento do Hospital São Rafael foi interno, para garantir que os serviços essenciais, como UTI, não fossem prejudicadas. Hoje a situação já está regularizada”, apontou o presidente da empresa.

Mais de 100 escolas sem aulas

 

N° de escolas da rede municipal de Salvador com aulas suspensas após interrupção no abastecimento de água sobiu para 109 — Foto: Reprodução/TV Gazeta

As aulas foram suspensas em 32 escolas na terça-feira, por causa da obra da Embasa. As atividades deveriam ser retomadas no dia seguinte, nesta quarta, quando a operação já teria sido encerrado e o abastecimento já estaria normalizado.

Porém, com o problema na obra, o número de escolas com aulas suspensas subiu de 32 para 109. Até o final da noite ainda não havia confirmação de que as aulas serão retomadas na quinta-feira (16).

Hospital

 

Hospital São Rafael, em Salvador — Foto: Victor Silveira/ TV Bahia

O Hospital São Rafael, em Salvador, suspendeu as visitas aos pacientes internados e os atendimentos no ambulatório por causa da falta de água na unidade nesta quarta.

De acordo com o hospital, a unidade está saindo da situação contingencial, pois o abastecimento já foi reestabelecido na região. Mesmo assim, por enquanto a unidade está priorizando os setores críticos.

Reclamação de Lore Improta

A influenciadora digital Lore Improta reclamou, em tom de brincadeira, da interrupção no fornecimento de água na cidade. Moradora de uma bairro de luxo na cidade, a baiana também teve o fornecimento interrompido.

Nesta quarta, alguns locais da casa da influenciadora ficaram sem água e a família precisou diminuir o consumo para o volume que havia de reserva no tanque durar mais tempo.

Depois que a água voltou, a influenciadora comemorou: “Eu já estava desesperada aqui, suada, sem calçola lavada. Tem um balde de calçola para lavar. Agora glória a Deus a água chegou, não precisou de carro-pipa”.

Outros estabelecimentos

Um lar que abriga 28 idosos no bairro da Boca da Mata, em Salvador, também teve o fornecimento interrompido nesta quarta. As pessoas que moram no local não tomam banho há cerca de 24 horas.

Alguns estabelecimentos, como um petshops, por exemplo, precisaram interromper as atividades por causa da fata de água.

G1 BA