Prefeitura de Mucuri possibilita novos atendimentos regulares oftalmológicos à população

234

- Publicidade -

O município de Mucuri já não possui fila de espera para realização de procedimentos de média e alta complexidade, como por exemplo, cirurgias oftalmológicas, endourológicas, videolaparoscopia urológicas e de vesícula.

Nesta sexta-feira (03), a Secretaria Municipal de Saúde ofertou 25 cirurgias de catarata para pacientes residentes nos povoados 31 de Março, Ibiranhém e distrito de Itabatã.

O trabalho foi feito por meio de uma equipe composta por médico oftalmologista, enfermeiros e técnicos para realização também de exames e triagem, além da cirurgia, na clínica Oftalmoclinic em Teixeira de Freitas.

Mantendo a organização, a Secretaria de Saúde de Mucuri forneceu também o transporte que buscou os pacientes em casa tanto na sexta-feira (03) para a realização da cirurgia, quanto no sábado (04) para a revisão com o médico, mantendo os pacientes com toda segurança, inclusive disponibilizando a alimentação, óculos e colírio, individuais.

Para acompanhar os pacientes e passar toda orientação necessária, a Secretaria enviou dois profissionais da equipe da saúde municipal. O secretário de Saúde, Fernando Jardim também visitou a clínica para conhecer as instalações, conversar com a equipe e com os pacientes.

Durante a visita, os sócios proprietários da clínica parabenizaram a atuação do município de Mucuri, através da Secretaria de Saúde, pelo cuidado com os pacientes sempre os acompanhando e, acima de tudo, entendendo que a visão é essencial para o cidadão.

A administradora da clínica, Andréia Silva acompanhada do secretário de Saúde, Fernando Jardim e Eliel Lacerda, técnico responsável pela Regulação em Itabatã

Andréia Silva destacou que Mucuri é um dos poucos municípios que presta o serviço humanizado, com alta qualidade e assiduidade – o que foi explicado pelo secretário. “Essa é uma das maiores preocupações do prefeito Roberto Carlos Figueiredo Costa, o Robertinho” (UB), que todos os pacientes que têm o risco de perder a visão, sejam atendidos o quanto antes, prevenindo as complicações irreversíveis”, comentou Fernando Jardim à administradora.

Entre os pacientes o sentimento é de gratidão pela oportunidade de voltar a enxergar. Moradora de Ibiranhém, dona Maria por exemplo, vivia há 10 anos com catarata e quando a oferta gratuita chegou ao seu conhecimento, procurou logo os meios de realizar a cirurgia. “Pelo particular eu não consegui e vivi muito tempo com a visão prejudicada. É uma cirurgia cara e eu não tinha condições de pagar. Graças a Deus consegui realizar em tempo, fui muito bem atendida desde o pessoal da saúde na minha comunidade até o pessoal da clínica. Estou muito feliz”, celebrou dona Maria, de 70 anos.

PREFEITURA DE MUCURI