Obras de macrodrenagem avançam mais uma etapa no distrito de Itabatã.

274

- Publicidade -

A obra da macrodrenagem ao longo da Avenida Espírito Santo, em Itabatã, para combater as enchentes no centro do distrito, avança para nova etapa a partir desta primeira semana de agosto. A Auto Via Engenharia, empreiteira responsável pela obra, já iniciou a implantação das caixas de confluências em todos os cruzamentos ao longo dos 2,1 quilômetros da Avenida, que servirão para receber a água pluvial que desce de vários pontos do centro e de bairros populosos do distrito.

No mês passado (julho), nas proximidades do entroncamento da Avenida Espírito Santo com a Avenida Marieta Gazzinelli, foi encontrada uma grande extensão de rochas no subsolo. E como o manilhamento precisa de nivelamento para o escoamento da água pluvial, foi preciso quebrar as rochas para abrir caminho para as manilhas, mas o trabalho requereu paciência e cuidado, pois tratou-se de um serviço pesado e lento, motivo que atrasou o avanço da obra na região.

A Prefeitura Municipal de Mucuri tem avançado com as obras do sistema de macrodrenagem das águas pluviais por meio da implantação de manilhas ou aduelas de concreto para a retenção e direcionamento das águas das chuvas. Trata-se da implantação da maior rede de macrodrenagem da história de Itabatã que vai favorecer a ligação de toda galeria da cidade.

A obra do sistema de macrodrenagem está sendo realizada com recursos próprios do município de Mucuri, cujo investimento é na ordem de R$ 1.793.769,84. A obra tem o objetivo de direcionar as águas pluviais que descem dos seus bairros mais populosos como o Gazzinelândia e Triângulo Leal, além de vários outros pontos do centro da cidade que vão despejar seus desejos viscosos na rede principal da Avenida Espírito Santo.

O engenheiro civil Silvestre Costa, da Auto Via Engenharia, empresa responsável pela obra, destaca que somente o sistema de drenagem em implantação na Avenida Espírito Santo, em Itabatã, que servirá de rede coletora de vários outros pontos, mede 2.100 metros de extensão. Cuja obra visa melhorar a qualidade de vida das famílias, diminuindo o mau cheiro e reduzindo a incidência de insetos e animais peçonhentos.

Na mesma Avenida Espírito Santo, na região central da lateral da BR-101, em Itabatã, a Prefeitura de Mucuri está recuperando trechos do calçamento da via pública. Todo o bloquete danificado, despedaçado, triturado pelo desgaste do tempo está sendo retirado e substituído por novos blocos sextavados e blocos de meio-fio que estão sendo assentados -, na obra, o município está promovendo um investimento na ordem de R$ 3.648.770,43.

A Espírito Santo é a mais longa avenida do município de Mucuri com 2,6 Km de extensão e com mão dupla. O calçamento da Avenida Espírito Santo, tem 27 anos de implantado, ele foi construído em 1995, na primeira gestão do prefeito Roberto Carlos Figueiredo Costa, o “Robertinho” (UB), o mesmo gestor, que na sua terceira gestão retorna para recuperar a via pública.

A Prefeitura Municipal de Mucuri, além de várias outras ações na sede, está recuperando também vários trechos do calçamento de regiões pontuais, instalando caixas secas em locais estratégicos, recuperando pontos de drenagem, nivelando ruas e substituindo bloquetes em vários pontos do calçamento da cidade de Mucuri e do distrito de Itabatã, especialmente em ruas onde o asfalto está por vim.

PREFEITURA DE OURO PRETO