Aves silvestres são apreendidas em ‘rinha de canto’ na Cidade Nova, em Salvador; 11 pessoas foram detidas.

476

- Publicidade -

Cerca de 50 pássaros da espécie papa-capim foram apreendidos em uma “rinha de canto” no bairro da Cidade Nova, em Salvador, na manhã desta quinta-feira (24), e 11 pessoas foram levadas para a delegacia.

Agentes da Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (COPPA) estiveram no local após denúncias de que havia uma competição de canto dos pássaros em um imóvel, na Avenida Zinco. No local, os policiais flagraram o proprietário da casa e outros 10 homens, que seriam responsáveis pelas aves.

De acordo com os policiais que atuaram na ocorrência, os animais estavam acondicionados em gaiolas cobertas e foram encontrados em condições que indicam maus-tratos.

Operação da Polícia Ambiental apreende mais de cem pássaros em situação de maus tratos

Segundo o comandante da operação, tenente Lima Júnior, o grupo não possuía licença do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) ou do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para a realização da competição de canto dos pássaros.

“Catalogamos 49 aves apreendidas e nenhum criador se prontificou a assumir a propriedade de 26 delas. O pássaro silvestre participar dessa disputa, tem que ter autorização prévia do órgão competente e guia de trânsito para o deslocamento”, explicou.

Os homens foram conduzidos para a Central de Flagrantes da Polícia Civil para prestar esclarecimentos e devem responder por crime ambiental. As aves também foram levadas para a unidade policial e, de lá, devem ser encaminhadas ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Ceta) do Ibama.

Aves estavam em gaiolas cobertas e apresentavam sinais de maus-tratos — Foto: Divulgação/Polícia Militar

Homens são detidos após flagrante em ‘rinha de canto’ de pássaros

G1 BA